Hoje é o dia da mentira e pensando nisso resolvemos acabar com algumas mentiras sobre os cabelos

Provavelmente você já ouviu que colocar anticoncepcional no shampoo ajuda os fios crescerem, que escovar os cabelos várias vezes aumenta o brilho, e que dormir com as madeixas molhadas faz mal. Mas será que isso é verdade?

Para ajudar você saber o que é verdade ou mentira, conversamos com nossa hairstyle, Gisele Oliveira, que sabe tudo quando o assunto é cabelo.

1. Anticoncepcional no shampoo ajuda os cabelos crescerem?
Mito. Não existe estudo que comprove que os anticoncepcionais dissolvidos no shampoo ajuda no crescimento dos fios. Além disso, o couro cabeludo é uma camada de pele espessa que impede que a substância seja absorvida.

2. Escovar o cabelo várias vezes aumenta o brilho dos fios?
Mito. O cabelo escovado brilha mais porque as cutículas dos fios são seladas temporariamente pelo calor e atrito da escova. Não significa, necessariamente, que as madeixas estão com brilho natural.

3. Dormir com o cabelos molhado faz mal?
Verdade. Dormir com os cabelos molhados cria um ambiente favorável ao crescimento e desenvolvimento de fungos e bactérias que podem causar oleosidade, por exemplo.

4. Lavar o cabelo todos os dias aumenta a oleosidade?
Verdade. O couro cabeludo leva um determinado tempo para secar, e isso pode aumentar a oleosidade.

5. Arrancar os cabelos brancos faz com que nasça o dobro?
Mito. Os cabelos brancos estão relacionados ao envelhecimento dos fios. Portanto, arrancar os fios não faz com que nasça o dobro.

6. Os fios brancos são mais resistentes?
Verdade. Os cabelos brancos são mais grossos e tem uma estrutura diferenciada que pode ser sentida pelo toque.

7. Passar amido de milho no couro cabeludo elimina a oleosidade?
Mito. O amido de milho cria a sensação de um couro cabeludo seco.

8. Cortar os cabelos a cada 30 dias ajuda no crescimento dos fios?
Mito. O crescimento dos fios está relacionado com a genética, boa alimentação e uma vida saudável.

Ainda possui dúvidas sobre os cabelos? Deixe sua pergunta nos comentários que nós respondemos!

Facebook Comments